Biblioteca Virtual
Envie sua mensagem para a Biblioteca Virtual
Fale Conosco
Conheça a Biblioteca Virtual e saiba o que podemos fazer por você
Quem Somos

Turismo: Capital: ARREDORES DE SÃO PAULO

Tamanho do texto   A A A

A Região Metropolitana de São Paulo é composta por 39 municípios.

Apesar da forte influência econômica e social exercida pela capital, algumas dessas cidades ainda oferecem atrativos naturais e turísticos que a tornam únicas. Como estão localizados próximos da cidade de São Paulo, são boas opções de lazer para os paulistanos e turistas de outras regiões que querem aproveitar um feriado ou fim de semana longe do agito da metrópole.

A Biblioteca Virtual selecionou algumas boas dicas de turismo localizadas dentro da Região Metropolitana de São Paulo.

Aproveite o passeio!

Embu das Artes

A cidade de Embu das Artes, localizada a pouco mais de 30 minutos de São Paulo tem suas origens na antiga aldeia M'Boy, criada pelos padres da Companhia de Jesus na primeira metade do século XVII.

Cidade famosa pelas suas lojas e feira de artesanato e móveis, a cidade ficou conhecida como "Embu das Artes", nome adotado recentemente por meio de plebiscito. A sua fama é responsável por atrair milhares de pessoas durante os fins de semana.

Nas ruas centrais de Embu das Artes, lojas especializadas em artesanato e sua tradicional feira

Ocupando toda a área central da cidade, a feira convida o visitante a passear entre o casario típico do período colonial brasileiro. Os 462 expositores se dividem nas seções de artes plásticas, artesanato, plantas ornamentais e comidas típicas.

ATRATIVOS E PONTOS TURÍSTICOS

Cidade das Abelhas

A Cidade das Abelhas é um lugar diferente, próprio para quem aprecia a natureza, localizada numa extensa área da Mata Atlântica. O passeio mostra toda a importância da vida das abelhas (considerada a mais útil das espécies no quadro dos insetos), aliado à ecologia e ao lazer. [Mais]

Feira de Artesanato

A tradicional Feira de Artes de Embu conta com uma grande variedade de produtos artesanais, obras de arte, e também o chamado “industrianato”. A Feira do Verde, que antigamente ocupava a Praça da Lagoa e agora está localizada na Rua Siqueira Campos, incrementa junto com as barracas de alimentos e bebidas, a diversidade de produtos oferecidos. [Mais]

Memorial Sakai

Inaugurado no final de novembro de 2003, o Memorial Sakai de Embu reúne dezenas de peças do artista Tadakiyo Sakai, um dos maiores e principais representantes da escultura em terracota no Brasil, respeitado por sua criaçao e pela originalidade de sua obra. Com monitores, o espaço leva o visitante a conhecer aspectos da vida de Sakai, seus premios, alunos e admiradores. [Mais]

Museu do Índio

Localizado no centro histórico da cidade, o Centro de Informaçao da Cultura Indígena é um espaço onde podem ser pesquisados e discutidos temas como Naçoes Indígenas, grupos étnicos, costumes, hábitos alimentares, arte (plástica, musical, dança, oratória e ornamental), idiomas, crenças e rituais, aspectos da vida comunitária e relaçao com a natureza e meio ambiente. [Mais]

Parque do Lago Francisco Rizzo

O Parque do Lago recebe cerca de 5 mil visitantes por semana, possui brinquedoteca, biblioteca, sucatoteca, pista de cooper, pavilhão cultural e viveiro de plantas.

FONTE: Prefeitura de Embu

Guararema

A cidade fica na divisa entre a Região Metropolitana de São Paulo e o Vale do Paraíba.

Com um clima de cidade de interior, Guararema surgiu no final do século XIX quando uma ex-escrava fez uma doação das terras da região da antiga Freguesia da Escada.

Além da calma e da tranquilidade, a cidade é conhecida pela sua grande produção de orquídeas.

ATRATIVOS E PONTOS TURÍSTICOS

Igreja Nossa Senhora da Escada

Esta é a única Igreja do Brasil que possui a imagem de São Longuinho, conhecido popularmente como o Santo das coisas perdidas. No centro da capela está enterrado o frei José de Santa Bárbara de Bittencourt, que faleceu em 29 de setembro de 1890.

A primeira capela foi construída em 1652 pelos jesuítas.

Orquidácea

O Orquidácea é considerado, por seus clientes e admiradores das orquídeas, um dos melhores orquidários do Brasil, em termos de organização, limpeza e qualidade de cultivo. A Orquidácea produz, em média, 150 mil mudas por ano.

Parque Municipal da Pedra Montada

Localizada na estrada da Petrobrás, se esconde uma verdadeira escultura da natureza. Trata-se de uma belíssima sobreposição de pedras, cada uma medindo cerca de 9m de comprimento por 2,5m de altura.

Rio Paraíba do Sul

As águas não poluídas do Rio Paraíba do Sul são uns dos atrativos turísticos de Guararema, onde ainda é possível fazer a pesca de peixes como o Curimbatá e o Piaba.

Links Relacionados

Juquitiba

Juquitiba significa "terra de muitas águas".

Esse nome descreve bem o que os moradores e visitantes encontram em Juquitiba: com todo o seu território em área de mananciais, a cidade conta com muita área verde de Mata Atlântica e rios preservados.

Por essa razão, a cidade é muito procurado pelos adeptos dos esportes de aventura. O Rio Juquiá, e seus afluentes, é muito conhecida por receber praticantes do rafting e canoagem. As diversas cachoeiras são um convite para aqueles que procuram local para praticar o cascading e o rappel. As represas do França e da Fumaça são locais muito utilizados para os esportes náuticos.

Também é muito grande a procura por turistas que gostam da pesca esportiva.

Links Relacionados

Paranapiacaba

Paranapiacaba é um distrito da cidade de Santo André.

Paranapiacaba significa "lugar de onde se vê o mar", na língua tupi-guarani. A vila tem este nome por estar localizada no ponto dominante da estrada que ligava os caminhos do planalto e do litoral: a trilha dos Tupiniquim - ponto inicial do Peabiru, a grande estrada transcontinental indígena que ligava o Atlântico ao Pacífico. A trilha situava-se no local de menor declividade da Serra do Mar, motivo pelo qual os engenheiros britânicos o escolheram para a construção da estrada de ferro que ligava Santos à Jundiaí.

Inaugurada em 1867, essa estrada de ferro estabeleceu uma ligação essencial entre o planalto e o Porto de Santos para o escoamento do café brasileiro, principal produto de exportação naquela época.

Antigo trem e a torre do relógio da Vila de Paranapiacaba (foto de Versurix, no Flickr)

Atualmente, a vila de Paranapiacaba é uma charmosa localidade que atrai o público, principalmente, da cidade de São Paulo e da região do ABCD Paulista que procura o clima ameno de montanha e a atmosfera de vila inglesa presente, sobretudo, nos fins de tarde dos meses de julho, quando ocorre o Festival de Inverno. É muito comum a formação de neblina, graças à localização próxima à Serra do Mar.

Outro atrativo do local é o ecoturismo e as opções de esportes de aventuras que podem ser praticados nas trilhas e cachoeiras da região.

ATRATIVOS E PONTOS TURÍSTICOS

Festival de Inverno

Evento realizado anualmente durante o mês de julho. Suas atrações culturais, artísticas e culinárias atrai um grande público.

Museu Castelinho

Localizada no alto de uma colina, com uma vista privilegiada para toda a vila ferroviária, foi construída por volta de 1897 para ser a residência do engenheiro-chefe, que gerenciava o tráfego de trens na subida e descida da Serra do Mar, o pátio de manobras, as oficinas e os funcionários residentes na vila.

Sua imponência simbolizava a liderança e a hieraquia que os ingleses impuseram à vila, pois ela é visível praticamente de qualquer ponto de Paranapiacaba.

Museu Tecnológico Ferroviário

O Museu abriga o que é considerado o maior sistema funicular do mundo que se encontra no seu lugar original.

Relógio da Estação

Erguida em 1898, tem como grande característica o grande relógio da marca Johnny Walker, de Londres. Suas badaladas regulavam os horários do trens e a entrada e saída dos funcionários da ferrovia. Restaurado em 2003, é o único monumento que restou após o incêndio na Estação de Paranapiacaba

Links Relacionados

Salesópolis

Distante 96 km da capital, Salesópolis é uma cidade com mais de 16 mil habitantes localizada em plena Serra do Mar, próximo ao Vale do Paraíba. Com clima de montanha, sua temperatura média anual é de 16°C.

Criada em 1857, Salesópolis é significa "Cidade de Sales". Essa foi uma homenagem ao Presidente da República, Doutor Manoel Ferraz de Campos Sales, que visitou a região.

Em Salesópolis, encontra-se o Parque Nascentes do Tietê. Localizado no bairro de Pedra Rajada, o Parque é propriedade do DAEE - Departamento de Águas e Energia Elétrica. É um local de atividade de educação ambiental e de contato com a biodiversidade da Serra do Mar.

ATRATIVOS E PONTOS TURÍSTICOS

Parque do Pinheirinho

Também conhecido por “Prainha”, fica localizado a 7 Km do Município, pela Estrada Municipal do Bairro da Aparecida que liga ao bairro de Casa Grande. Com área de cerca de 300 ha onde existe florestas naturais e reflorestamentos de “pinus araucária”, “pinus eliot”e eucalíptos. Ao longo do pinheiral, formou-se uma praia artificial.

Parque Estadual Nascentes do Tietê

Inserido na Mata Atlântica, o Parque Nascentes do Tietê preserva e valoriza as nascentes do Rio Tietê e seu entorno e permite que a sociedade, escolas , empresas e entidades ambientalistas tenham oportunidades de aprender sobre educação ambiental através de visitas monitoradas.

Hoje, o Parque inaugurado em 22 de setembro de 1996, ocupa uma área de 96.800m² e oferece ao visitante, trilhas, Museu Iconográfico e as próprias nascentes do rio, de forma que o público possa usufruir do parque sem sair dos objetivos de preservação e recuperação dos seus recursos naturais. [Mais]

Links Relacionados

Vista geral da área urbana de Salesópolis

 

O Rio Tietê nasce em Salesópolis

Santana do Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus

Para mais informações sobre essas cidades, consulte a página do Roteiro dos Bandeirantes.

TURISMO NA CAPITAL
TURISMO NO LITORAL
TURISMO NO INTERIOR
 BIBLIOTECA VIRTUAL

Não encontrou a informação que procurava?

Envie sua mensagem pelo formulário Fale Conosco e receba a informação que deseja.

Acompanhe as notícias da Biblioteca Virtual pelo Twitter

Biblioteca Virtual do Governo do Estado de São Paulo on Facebook

BIBLIOTECA VIRTUAL DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
Subsecretaria de Comunicação da Casa Civil

Facebook Twitter Google Plus Blog da Biblioteca Virtual YouTube