Trem turístico

Pouca gente sabe, mas dentro do estado de São Paulo há algumas opções de passeios de trem de categoria turística. Os trajetos oferecem uma experiência única de conhecer a história e a cultura paulista de uma forma diferente.

Esse artigo apresenta informações sobre os serviços disponíveis e outras informações sobre os passeios pelos trilhos de São Paulo.

Expresso Turístico da CPTM

Inaugurado em abril de 2009, esse é o serviço de categoria turística mantido pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM.

O percurso é feito a bordo de composições de aço inoxidável fabricados no Brasil, na década de 60, e tracionados por uma locomotiva a diesel. Durante a viagem, monitores apresentam informações sobre a ferrovia paulista e as estações da CPTM.

Todas as partidas são feitas na Estação da Luz, na região central da cidade de São Paulo, e seguem com destino às cidades de Jundiaí, Mogi das Cruzes e Vila de Paranapiacaba.

Para ter a melhor experiência dos atrativos de cada região, os passageiros podem, opcionalmente, adquirir pacotes turísticos que complementam o passeio nas cidades de destino.

As passagens do Expresso Turístico podem ser adquiridas nas bilheterias das estações Luz e Prefeito Celso Daniel-Santo André, no horário das 9 às 18 hpras. Aos sábados e domingos, a bilheteria da Estação da Luz funciona a partir das 7 horas.​

Recomenda-se planejar a viagem com antecedência, pois a procura pelas passagens em determinadas datas é muito alta. Para ver as datas disponíveis, acesse a página da CPTM.

Mais informações

Expresso Turístico da CPTM - Vagão Bicicletário

No trajeto entre a Estação da Luz e Mogi das Cruzes, o Expresso Turístico da CPTM disponibiliza um vagão bicicletário para atender as necessidades dos praticantes de ciclismo e cicloturismo.

A cidade de Mogi das Cruzes é conhecida por ser um dos principais destinos de cicloturismo do Brasil. Com mais de quatro séculos de história, a cidade oferece aos visitantes diversos pontos turísticos culturais, rurais e ecológicos que podem ser percorridos sobre duas rodas.

Com espaço disponível para o transporte de 45 bicicletas por viagem, o vagão oferece suportes de tubos metálicos no piso, com cintas para fixação que garante uma maior segurança durante a viagem.

O transporte das bicicletas tem uma taxa por unidade (a partir de R$ 7,00, em outubro de 2018) e oferece descontos para até três acompanhantes.

Estrada de Ferro Campos do Jordão

Com 47 km de extensão, a EFCJ - Estrada de Ferro Campos do Jordão foi uma iniciativa do sanitarista Emílio Ribas. Em 1912, ele deu início à implantação da estrada de ferro que interliga as cidades de Campos do Jordão e Pindamonhangaba. As obras foram entregues em 1924.

Essa ligação tinha como principal objetivo fazer o escoamento agrícola e realizar o transporte de pacientes com tuberculose - na época, o clima de montanha era considerado ideal para o tratamento da doença.

Somente a partir de 1970, a EFCJ passou a ser utilizada como rota turística da região.

Mais informações

Passeio de Maria-Fumaça (Campinas x Jaguariúna)

Com 24 km de extensão, o passeio de trem entre as cidades de Campinas e Jaguariúna é feito por uma maria-fumaça do século passado totalmente restaurada. As viagens ocorrem sempre aos finais de semana e feriados.

O trajeto completo passa por seis estações e monitores apresentam informações durante a viagem. Na última estação, os passageiros podem desembarcar para tirar fotos, adquirir produtos artesanais e conhecer as cercanias da estação Jaguariúna.

O passeio é de responsabilidade da ABPF - Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, uma organização fundada em 1977 por um grupo dedicado à manutenção da história e valorização do transporte ferroviário.

Mais informações

Trem de Guararema

O Trem de Guararema percorre cerca de 7 km desde a Estação Central de Guararema até a Estação da Vila Luis Carlos.

Construída em 1891, a Estação de Guararema foi completamente restaurada e agora conta com infraestrutura e acessibilidade para atender o público. No destino final, os visitantes podem andar pelas históricas ruas da Vila Luis Carlos e adquirir o artesanato local.

Mais informações

Página atualizada em outubro de 2018

A imagem mostra um boneco vermelho com cara de confuso

Precisa de ajuda para encontrar uma informação?

Fale com a equipe da Biblioteca Virtual