Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS

Esse artigo apresenta informações sobre os serviços prestados pelo Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP e outras informações referentes ao diagnóstico e tratamento de doenças sexualmente transmissíveis.

Sobre o HIV

HIV é a sigla, em inglês, para se referir ao vírus causador da imunodeficiência humana. Ele ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

O HIV não é sinônimo de Aids. Muitos soropositivos podem viver anos sem apresentar sintomas ou desenvolver a doença. Contudo, eles são capazes de transmitir o vírus a outras pessoas por meio de relações sexuais sem a proteção necessária, compartilhamento de seringas contaminadas ou durante a gravidez (da mãe para o filho), quando não são tomadas as devidas medidas de prevenção.

Ao contrário de outros vírus mais comuns, o corpo humano não consegue se livrar do HIV. Isso significa que, uma vez que o corpo adquire o HIV, você viverá com o vírus para sempre - pelo menos, até que se consiga uma cura ou vacina no futuro.

Em outras palavras, o HIV é o vírus que causa a Aids. Por sua vez, a Aids é o quadro de enfermidades ocasionadas pela redução das células de defesa em decorrência da infecção pelo vírus.

CRT DST/AIDS

O Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP (CRT-DST/AIDS) é uma unidade de referência normativa, de avaliação e de coordenação do Programa Estadual para Prevenção, Controle, Diagnóstico e Tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) no Estado de São Paulo.

O local presta assistência médico-hospitalar, ambulatorial e domiciliar a pacientes com DST/AIDS, além de ser um espaço de formação e treinamento onde são desenvolvidas atividades de apoio à pesquisa científica na sua área de atuação.

Mais informações

Biblioteca do CRT DST/AIDS

Criado em 1989 em função da necessidade de disponibilizar à população e profissionais da saúde, o centro de referência do CRT DST/AIDS é uma referência na área e presta serviço de acesso à informação especializada em doenças sexualmente transmissíveis e Aids.

Mais informações

Disque AIDS

Criado em 1983, o Disque DST/Aids é um serviço de utilidade pública oferecido pela Secretaria de Estado da Saúde.

Esse é um canal de atendimento gratuito que possibilita o acesso à informação, orientação e aconselhamento sobre práticas de sexo seguro, serviços especializados para realização de teste do HIV e instituições governamentais e não-governamentais que atuam na defesa dos direitos dos portadores de DST.

A ligação é gratuita.

Mais informações

  • Telefone: 0800-162-550
  • Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas
  • Se preferir, envie e-mail para duvidasaids@crt.saude.sp.gov.br

Materiais informativos e publicações

O CRT DST/AIDS disponibiliza, em seu site, o acesso a uma grande variedade de materiais gráficos, vídeos, revistas, livros digitais e outros tipos de publicações sobre doenças sexualmente transmissíveis.

Mais informações

Serviço de atendimento para travestis e transexuais

O CRT DST/AIDS oferece um serviço de atendimento e tratamento especializado para travestis e transexuais.

Aberto em 2010, o Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais conta com uma equipe de profissionais especializados como psicólogos, psiquiatras, endocrinologistas, urologistas e ginecologistas.

Mais informações

  • Coordenadoria de Políticas para Diversidade Sexual do Estado de São Paulo: informações por e-mail ou pelo telefone (11) 3291-2700
  • Informações e agendamento de consultas: (11) 5087-9984

Teste gratuito de HIV

Os portadores de HIV podem aumentar muito a sua qualidade e expectativa de vida. Para isso, é necessário identificar a presenção do vírus o mais rápido possível e seguir todas as recomendações do médico.

Por essa razão, é muito importante fazer o teste de HIV em caso de suspeita de contágio.

O estado de São Paulo conta com 3.738 unidades (dados de novembro/2016) onde o paciente pode fazer o exame gratuitamente. Os testes são realizados nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito a partir da coleta de sangue. No Brasil, os exames laboratoriais e os testes rápidos detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos, colhendo uma gota de sangue da ponta do dedo.

Locais para fazer o teste

Última atualização: dezembro de 2017