São Paulo: população do estado

São Paulo é o estado mais populoso do Brasil.

De acordo com as estimativas populacionais da Fundação SEADE (julho de 2020), o estado de São Paulo possui 44.639.899 habitantes. Com uma área territorial de 248.219 km², a densidade demográfica é de 179,84 habitantes por km².

As mulheres representam a maior parte da população paulista. Estima-se que a população feminina é de 22.915.610 habitantes, enquanto que a população masculina é de 21.724.289 habitantes.

População de São Paulo e o Brasil

Em comparação a outros estados e regiões do país, sua população supera a soma dos estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro (38.433.734 habitantes). Há mais habitantes em São Paulo do que nos estados da Região Sul (29.975.984 habitantes), da Região Norte (18.430.980 habitantes) e Centro-Oeste (16.297.074 habitantes).

População de São Paulo e o Mundo

Se fosse um país, São Paulo seria uma das nações mais populosas do mundo.

Apenas para efeito de comparação, o estado seria o 32º em número de habitantes imediatamente atrás da Argentina (44.694.198) e à frente da Ucrânia (43.952.299), Sudão (43.120.843), Argélia (41.657.488), Uganda (40.853.749), Iraque (40.194.216) e Polônia (38.420.687).

A população paulista também é superior a países como o Canadá (35.881.659), Peru (31.331.228), Austrália (23.470.145), Chile (17.925.262), Holanda (17.151.228), Portugal (10.355.493) e Uruguai (3.369.299), segundo o atlas The World Fact Book, da CIA - Central Intelligence Agency, e World Bank Open Data (dados de 11/2018).

População de São Paulo (1980-2020)

Ano Habitantes
198024.953.238
198527.715.306
199030.783.108
199533.848.251
200036.974.378
200539.201.179
201041.223.683
201442.673.386
201643.359.005
201843.993.159
202044.639.899

Fonte: Fundação SEADE

População dos estados brasileiros (2020)

Estado Habitantes
São Paulo44.639.899
Minas Gerais21.168.791
Rio de Janeiro17.264.943
Bahia14.873.064
Paraná11.433.957
Rio Grande do Sul11.377.239
Pernambuco9.557.071
Ceará9.132.078
Pará8.602.865
Santa Catarina7.164.788
Maranhão7.075.181
Goiás7.018.354
Amazonas4.144.597
Paraíba4.018.127
Espírito Santo4.018.650
Rio Grande do Norte3.506.853
Mato Grosso3.484.466
Alagoas3.337.357
Piauí3.273.227
Distrito Federal3.015.268
Mato Grosso do Sul2.778.986
Sergipe2.298.696
Rondônia1.777.225
Tocantins1.572.866
Acre881.935
Amapá845.731
Roraima605.761
Estado Habitantes
Roraima605.761
Amapá845.731
Acre881.935
Tocantins1.572.866
Rondônia1.777.225
Sergipe2.298.696
Mato Grosso do Sul2.778.986
Distrito Federal3.015.268
Piauí3.273.227
Alagoas3.337.357
Mato Grosso3.484.466
Rio Grande do Norte3.506.853
Espírito Santo4.018.650
Paraíba4.018.127
Amazonas4.144.597
Goiás7.018.354
Maranhão7.075.181
Santa Catarina7.164.788
Pará8.602.865
Ceará9.132.078
Pernambuco9.557.071
Rio Grande do Sul11.377.239
Paraná11.433.957
Bahia14.873.064
Rio de Janeiro17.264.943
Minas Gerais21.168.791
São Paulo44.639.899
Estado Habitantes
Acre881.935
Alagoas3.337.357
Amapá845.731
Amazonas4.144.597
Bahia14.873.064
Ceará9.132.078
Distrito Federal3.015.268
Espírito Santo4.018.650
Goiás7.018.354
Mato Grosso3.484.466
Mato Grosso do Sul2.778.986
Maranhão7.075.181
Minas Gerais21.168.791
Pará8.602.865
Paraíba4.018.127
Paraná11.433.957
Pernambuco9.557.071
Piauí3.273.227
Rio de Janeiro17.264.943
Rio Grande do Norte3.506.853
Rio Grande do Sul11.377.239
Rondônia1.777.225
Roraima605.761
Santa Catarina7.164.788
São Paulo44.639.899
Sergipe2.298.696
Tocantins1.572.866

Fonte: IBGE (2019) e Fundação SEADE (2020)

Crescimento populacional

De acordo com os dados populacionais disponíveis, percebe-se que existe uma tendência de rápida desaceleração no ritmo de crescimento da população paulista, apesar de não ocorrer de maneira uniforme em todo o Estado.

Em 1991, a taxa de crescimento populacional era de 2,12% ao ano. Em 2000, essa taxa era de 1,82%. Em 2010, reduziu para 1,09%. Em 2020, a população cresce a uma taxa de média de 0,80% ao ano, o que confirma o contínuo declínio.

Segundo as estimativas demográficas, a tendência esperada para o número de nascimentos e de óbitos revela que, entre 2040 e 2045, a diferença entre esses dois eventos vitais será negativa, resultando em decréscimo no contingente populacional.

População de estrangeiros

Desde o tempo em que o Brasil foi colônia, a chegada de imigrantes sempre foi um assunto importante para o país uma vez.

Já tivemos uma parcela expressiva da população composta por estrangeiros. No entanto, isso mudou. Hoje, há cerca de 750 mil imigrantes numa população com mais de 200 milhões de brasileiros.

Parece muito, mas o número de imigrantes vivendo no Brasil é, relativamente, baixo em comparação com países como os Estados Unidos (12,3% da população é de imigrantes) e Alemanha (a cada 1.000 residentes, 148 são estrangeiros), ou países reconhecidos por políticas específicas que visam a atração de estrangeiros como o Canadá, Irlanda e a Austrália.

Com o declínio da escravidão e a necessidade de mobilização de trabalhadores livres para atuar, principalmente, nas lavouras de café, iniciou-se um movimento de imigração em São Paulo a partir de meados do século XIX. Pessoas de diferentes partes do mundo deram ainda mais dinamismo à capital paulista e ao interior do Estado.

Em 1900, estima-se que 21% da população do estado de São Paulo era de imigrantes. Italianos, portugueses e espanhóis são os primeiros a migrar em massa para o Brasil e, em menor número, os japoneses, austríacos e alemães.

Na década de 1920, há registros da chegada de romenos, lituanos, sírios, iuguslavos e polacos, entre outros.

Seja como for, São Paulo possui uma história marcada por luta e mistura de pessoas de diferentes lugares. A capital paulista representa muito bem essa diversidade, pois é considerada:

  • a terceira maior cidade italiana do mundo;
  • a maior cidade japonesa fora do Japão;
  • a terceira maior cidade libanesa fora do Líbano;
  • a maior cidade portuguesa fora de Portugal;
  • a maior cidade espanhola fora da Espanha.

Maiores comunidades estrangeiras

País de origem Habitantes (na cidade de São Paulo)
Portugal100.855
Bolívia53.235
Japão47.317
Itália33.388
Espanha26.496
China24.914
Coreia do Sul16.979
Argentina13.816
Alemanha9.751
Chile9.449
EUA8.475
França6.749
Líbano6.672
Peru6.160
Paraguai5.504

Fonte: Observatório de Turismo da São Paulo Turismo, em 06/2015 [link]

Idosos

A população do estado de São Paulo está cada vez mais idosa.

Enquanto a proporção de jovens com menos de 15 anos possui uma tendência constante de queda (26,31% em 2000 contra 18,87% em 2020), a população com 60 anos ou mais cresce ano a ano (8,96% em 2000 contra 15,30% em 2020).

Isso é reflexo direto de dois fatores principais que ocorre no estado e no Brasil: uma taxa de natalidade comparável aos países mais desenvolvidos (segundo a OCDE) e uma maior expectativa de vida da população em geral.

População urbana e rural

O estado tem um alto grau de urbanização. Em 2020, a população urbana é estimada em 96,52% da população total do estado de São Paulo.

Em 1980, essa taxa era de 88,64%.

População das regiões metropolitanas

Uma Região Metropolitana é estabelecida por legislação estadual e constitui agrupamentos de municípios próximos com o objetivo de integrar a organização, o planejamento e a execução de funções e políticas públicas de interesse comum.

São Paulo possui 6 Regiões Metropolitanas e uma população total de 32.401.398 habitantes.

 

Região Metropolitana Habitantes
RM da Baixada Santista1.831.884
RM de Campinas3.193.332
RM de Ribeirão Preto1.669.499
RM de São Paulo21.138.247
RM de Sorocaba2.078.807
RM do Vale do Paraíba e Litoral Norte2.489.629

Fonte: Fundação SEADE (2020)

Dados de educação (2017)

Tipo de ensino Número de matrículas
Creche1.068.603
Pré-escola1.111.231
Educação Infantil2.179.834
Ensino Fundamental5.242.538
Ensino Médio1.802.131
Educação Especial36.576
Educação de Jovens e Adultos (EJA)
no Ensino Fundamental
204.320*
Educação de Jovens e Adultos (EJA)
no Ensino Médio
249.821*
Ensino Superior em Cursos de
Graduação Presencial
1.660.777*

* dados referentes ao ano de 2016
Fonte: Fundação SEADE

Dados de eleitorado (2018)

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral - TSE, em relação às Eleições Municipais de 2018, o Brasil tem 147.306.275 pessoas habilitadas para a votação. O estado de São Paulo possui 33.040.411 eleitores, dos quais 45,14% votam ou já fizeram o cadastro da biometria.

Mais informações

Página atualizada em julho de 2020

A imagem mostra um boneco vermelho com cara de confuso

Precisa de ajuda para encontrar uma informação?

Fale com a equipe da Biblioteca Virtual