Delegacia Eletrônica

Criada em 2000, a Delegacia Eletrônica é um serviço eletrônico da Polícia Civil e da Secretaria de Estado da Segurança Pública, do Governo de São Paulo. O cidadão pode utilizar esse serviço para registrar um Boletim de Ocorrência de forma rápida e segura.

Os boletins de ocorrência emitidos na Delegacia Eletrônica são documentos oficiais emitidos pela autoridade policial estadual. Ou seja, tem o mesmo valor que um boletim feito na delegacia tradicional.

As investigações sobre crimes registrados em boletins eletrônicos são realizadas pelas delegacias de polícia das áreas ou municípios onde ocorreram os fatos.

Esse serviço está disponível apenas para o registro de ocorrências no estado de São Paulo - exceto para o registro de "Perda de Documento" ocorrida fora do estado, desde que a pessoa tenha residência em São Paulo.

Para ocorrências em outras localidades, procure a Secretaria de Segurança Pública Estadual.

Ocorrências que podem ser comunicadas

  • Roubo ou furto de veículos
  • Furto ou perda de documentos e/ou objetos
  • Roubo de documentos e/ou objetos
  • Injúria, calúnia ou difamação
  • Acidente de trânsito sem vítimas
  • Desaparecimento de pessoas
  • Encontro de pessoas
  • Furto de fios/cabos em vias públicas (somente para empresas concessionárias)
  • DEPA - Proteção Animal

Ocorrências que não podem ser comunicadas na Delegacia Eletrônica

  • Quando houver agressão física
  • Quando o veículo for danificado durante o crime
  • Crimes dentro da residência
  • Quando você for proprietário, funcionário ou representante legal do local onde aconteceu o crime
  • Quando o veículo não está registrado em seu nome (verifique o documento oficial)
  • Crimes em que há roubo de carga no veículo

Nesses casos, você deve procurar a delegacia policial mais próxima do local da ocorrência e fazer o registro pessoalmente.

Documentos recuperados

Caso tenha registrado uma ocorrência de roubo de CNH ou RG emitido pelo Estado de São Paulo, será necessário providenciar a segunda via. O Boletim de Ocorrência gera o bloqueio irreversível desses documentos.

Ocorrências com menores de idade

O Boletim de Ocorrência deverá ser registrado por um dos pais ou pelo responsável legal, que informará seus dados pessoais (RG, RNE ou CPF) na página ”Dados do Declarante” e os dados pessoais do menor de 18 anos nos campos onde for solicitado os dados da vítima.

Retorno de pessoas desaparecidas

O retorno da pessoa desaparecida deverá ser comunicado e registrado num boletim de ocorrência que pode ser feito na Delegacia Eletrônica ou numa Delegacia de Polícia, com a natureza de Encontro de Pessoa.

É imprescindível, para fazer esse registro, informar o número do boletim de ocorrência do desaparecimento, a Delegacia de Polícia responsável pelo registro, a data do encontro da pessoa e o histórico detalhado de como se deu o retorno.

Mais informações

Página atualizada em outubro de 2018